Início > Natalidade > A natalidade

A natalidade

A aprovação de algumas medidas com vista a incentivar o nascimento de mais crianças são um primeiro passo para travar a queda da natalidade, mas estão longe de resolver o problema. 

Quem tem filhos sabe quanto custa ao fim do mês: As creches e a escola representam uma factura elevada, as dificuldades em compatibilizar a vida profissional com a vida pessoal, o apoio familiar é mais difícil (os avós e tios moram mais longe), para não falar em todos os gastos acessórios.

Por muito que se goste de crianças e dos filhos, e a grande maioria das pessoas gosta, a lista de despesas e problemas mensais fala mais alto. 

O apoio monetário que o governo pretende aumentar não deixa de ser, por isso, uma gota num oceano de problemas cada vez maior. É um penso que não tapa a ferida. 

As empresas são cada vez mais exigentes com os seus trabalhadores (e naturalmente as mulheres acabam por ser mais prejudicadas), as creches e escolas do estado rebentam pelas costuras, obrigando os casais a recorrer a alternativas mais dispendiosas. Assim, enquanto o estado não arrumar a casa, vai ser muito difícil inverter a situação.

É preciso apoiar mais as empresas e instituições que tenham mulheres nos seus quadros, aumentar o número de creches e escolas públicas e melhorar a qualidade do serviço e da segurança existentes. 

É claro que é bem mais fácil, rápido e barato “importar” imigrantes, mas nenhum país sobrevive sem resolver internamente os seus problemas de natalidade.

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: